As entidades beneficiadas foram a Casa Transitória Fabiana de Jesus, a Casa da Sopa Vó Tereza e o Lar das Vovozinhas

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa (SMAPA) entregou na terça-feira (25) 2,5 toneladas de alimentos para três entidades beneficentes da cidade. Os insumos foram comprados na última semana para o Feira Verde, mas, como o programa está suspenso como medida de prevenção coronavírus, a equipe da secretaria decidiu doar os hortifrútis comprados para as instituições.

As entidades beneficiadas foram a Casa Transitória Fabiana de Jesus, a Casa da Sopa Vó Tereza e o Lar das Vovozinhas. Nos locais foram distribuídos abobrinha, batata, batata doce, cebola, laranja, pepino, maçã etc. De acordo com o diretor do Feira Verde, Izidorio Campos, os hortifrútis doados foram recebidos pela equipe do programa na sexta-feira (20). Para aproveitá-los, a SMAPA decidiu doá-los às Organizações Não Governamentais (ONGs).

“Esses alimentos ficaram armazenados até terça-feira, então decidimos levá-los às instituições que atendemos no programa, para amenizar um pouco as dificuldades que as pessoas atendidas estão passando. Foi uma forma de não perdermos os alimentos e utilizá-los para beneficiar a população que mais precisa”, destaca Izidorio.

O Feira Verde foi suspenso na sexta-feira (20) como forma de evitar aglomerações e diminuir o risco de contágio da Covid-19. Quando a situação de pandemia for normalizada, o programa voltará a atender nos 177 pontos de troca. Até lá, a SMAPA continua trabalhando para buscar formas de possibilitar o abastecimento da população durante esse período de crise, principalmente dos mais vulneráveis.

“Um dos propósitos do Feira Verde é entregar alimentos de qualidade para a população de Ponta Grossa. Mesmo que o programa esteja parado, por forças maiores, estamos buscando formas de os produtos chegarem na mesa das pessoas”, ressalta o secretário Bruno Costa.
Andressa Zaffalon