Projeto 'Irati – A Gente Cresce sem Corrupção' encerra atividades de 2019

Projeto 'Irati – A Gente Cresce sem Corrupção' encerra atividades de 2019


“Achei o projeto de extrema importância para nós crianças aprendermos que a corrupção está presente nos pequenos atos como furar fila, colar na prova e, principalmente, que ela não é um ‘jeitinho brasileiro’, é crime”, afirmou a Mirim - Luana Ribeiro

Debates, conversas, palestras, visitas nas escolas e reuniões assim resume-se o início do Projeto “Irati – A Gente Cresce sem Corrupção” no município. Através de uma iniciativa da Mesa Diretora, foi implantado no Poder Legislativo este ano o projeto com o intuito de disseminar uma cultura baseada na honestidade nas escolas municipais. A iniciativa contou com o apoio fundamental da Secretaria Municipal de Educação, do Observatório Social de Irati, Ministério Público e demais entidades que abraçaram a causa e tornaram o projeto ainda mais abrangente. A semente simbólica do “Irati – A Gente Cresce sem Corrupção” foi plantada pelos três poderes Legislativo, Executivo e Judiciário na Câmara e levada também às 28 escolas municipais de Irati e as suas atividades deverão ter continuidade no próximo ano com novidades.

   Além de todas as orientações e conversas nas escolas sobre como combater a corrupção nos pequenos atos, na família e no poder público, foi realizada também uma semana de palestras na Câmara, abrangendo mais de mil alunos da rede municipal de ensino.  

   Satisfeito com a boa aceitação do projeto pelas escolas e pela sociedade, o Presidente da Câmara, Nei Cabral diz que o Legislativo atingiu o seu objetivo. “A nossa intenção, desde o início, era promover o combate a corrupção e disseminar uma cultura baseada na honestidade, em princípios éticos, na participação social e no exercício pleno da cidadania. Entendemos que é em casa e na escola que se forma o caráter. Precisamos falar mais sobre o assunto e combater a corrupção na família, na escola, nos bairros, na cidade, estado e país”, declarou Cabral agradecendo as diretoras, coordenadoras e professoras. “Começamos dando pequenos passos, conversando e ganhando força e logo já estávamos nas 28 escolas municipais. Uma ação com mais de 20 mil pessoas envolvidas somando alunos, pais, professores, instituições, imprensa, 40% da população iratiense. O nosso projeto está sendo copiado por diversas Câmaras do Paraná. Estamos muito felizes”, agradeceu.

   O 1º Secretário José Bodnar reafirmou a importância do projeto para garantia de um futuro melhor. “Fala-se muito em corrupção, mas nada é feito para mudar algo. O país vive uma crise ética não só na política, mas no dia a dia também, precisamos mudar os hábitos pois a corrupção está nos pequenos atos. Precisamos acabar com o famoso ‘jeitinho brasileiro’. Foi bonito de ver a participação das crianças, as quais com certeza levarão o aprendizado para suas casas”, elogiou Zeca dizendo: “Estamos começando uma nova história”.

   Os Vereadores Mirins foram muito participativos no projeto, acompanharam do início ao fim. O Presidente da Câmara Mirim, Alessandro Henrique Duda da Escola Olaria Filipaki, disse ter orgulho de fazer parta desta legislatura que lançou este projeto tão importante para Irati. Segundo ele, “a corrupção é falta de respeito ao próximo”.

   A 1ª Secretária da Câmara Mirim, Luana Ribeiro disse: “Achei esse projeto de extrema importância para nós crianças desde cedo sabermos como combater a corrupção, aprendendo que ela está presente nos pequenos atos como furar fila, colar na prova e, principalmente, que a corrupção não é um ‘jeitinho brasileiro’, é crime. Me senti honrada por participar, um aprendizado para a vida toda”, afirmou.

   Conforme os Mirins das Escolas Tancredo Martins, Siqueira Rosas, Padre Wenceslau, Matilde Araújo do Nascimento, João Paulo II e Antonina Fillus Panka o projeto reforça a importância de ser um cidadão consciente, participativo, crítico e acima de tudo honesto.

   O projeto teve seu encerramento nesta sexta-feira (29), com uma grande caminhada pela cidade envolvendo mais de 300 crianças que buscaram conscientizar as pessoas acerca da importância da união de toda a sociedade no combate a corrupção que está presente no dia a dia, na família e no poder público. A caminhada contou com a participação especial da Fanfarra da Escola Municipal João Paulo II – CAIC.

   O projeto terá continuidade no próximo ano com novidades e a semana de palestras deverá ser realizada junto com a Semana da Cidadania do Observatório Social de Irati, no mês de abril de 2020.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)
Compartilhar :

Adicionar novo comentário

 Seu comentário foi enviado com sucesso. Obrigado!   Atualizar
Erro: por favor, tente novamente