Projeto que reconhece exercício físico como atividade essencial no município é aprovado em 1ª Votação

imagem: Projeto que reconhece exercício físico como atividade essencial no município é aprovado em 1ª Votação
Fonte: foto
25/02/2021

Foi realizada na noite de terça-feira (23 de fevereiro) a 4ª Sessão Ordinária do 1º Ano da 27ª Legislatura. Sem novos projetos de lei foram lidas no Expediente oito indicações e um requerimento dos Vereadores.

   Durante o Expediente, os vereadores apresentaram oito indicações para melhorias no trânsito, bairros e comunidades do interior. Também requereram informações em relação aos condomínios industriais de Irati.  

   Na Ordem do Dia, foi aprovado em primeira votação o projeto de lei do Executivo nº 003/2021, que autoriza abertura de Crédito Adicional Especial na importância de até R$ 342.000,00. Também foi aprovado o projeto do Legislativo nº 001/2021 (Helio de Mello), que reconhece a prática de atividade física e do exercício físico como essenciais para a população de Irati em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade, bem como em espaços públicos.

   Durante a discussão do projeto nº 001, o autor da matéria - Helio de Mello afirmou: “Vivendo o ano de 2020 percebemos a dificuldade das famílias com relação a situação da covid. Aliado a esta preocupação, como professor de educação física, acredito que esta lei será importante e significativa, pois irá contribuir para a saúde física e mental das pessoas, redução do estresse, diminuição do risco de diabetes e doenças cardiológicas. Quando falamos em atividade física, falamos dentro do protocolo sanitário e das orientações que temos principalmente com relação ao momento que vivemos. Acredito que este projeto vai dar aos nossos iratienses melhor qualidade de vida e colaborar para a sanidade de todos. Mesmo em tempos de pandemia, pedalar e praticar exercícios podem diminuir a quantidade de medicamentos com faixa preta e minimizar o estresse. Acredito que a atividade física deve ser considerada essencial e que os profissionais desta área devem ser incluídos também na lista das vacinas”, afirmou. Helio também destacou a possibilidade de trazer alguém da área para explanar sobre o projeto e complementar a necessidade da Lei.

PALAVRA-LIVRE

   O vereador Nei Cabral relatou que nos últimos dias vem recebendo solicitações dos moradores do Alto da Glória II, que segundo ele, é um bairro organizado que tem uma associação forte. “Estive lá e os moradores estão clamando por melhorias. Sabemos do grande trabalho do Secretário Wilson Pedroso e esperamos que ele atenda este bairro”, destacou Cabral reafirmando o seu trabalho junto com o povo em prol de melhorias nas áreas urbana e rural, assim como no setor de saúde e segurança pública. “Quando assumi a Prefeitura por 15 dias demos prioridade à saúde, buscamos minimizar as filas de esperas”. Nei também destacou a sua bandeira voltada à educação. “No mandato passado, como Presidente da Casa demos continuidade ao Programa Câmara Mirim, criamos o Parlamento Jovem e o Projeto Irati - A Gente Cresce sem Corrupção, envolvendo cinco mil alunos. E no final de 2020, entregamos cartilhas educativas em todas as escolas da rede municipal de ensino”. Falando em educação, o vereador contou que na semana passada participou da inauguração da Faculdade Campo Real em Irati. “Em 2019, através de um convite do prefeito Jorge, estivemos em Guarapuava visitando a Faculdade Campo Real e agora passado um tempo, esta indústria da educação está se instalando em Irati. Tenho certeza que essa faculdade vai realizar muitos sonhos de estudantes e pais, vai gerar empregos e movimentar a nossa economia. Além disso, os alunos não precisarão mais se deslocar até outras cidades. Parabéns ao Executivo por mais essa conquista. A estrela do prefeito Jorge Derbli continua brilhando”, concluiu.  

    O Presidente Helio de Mello teceu comentários sobre a indicação 032 de sua autoria, que solicita estudos para elaboração de um projeto de pavimentação asfáltica da estrada que liga Gonçalves Junior a comunidade de Itapará. “Todos sabem que esta estrada é a verdadeira espinha dorsal do município, quanta produção, safra e caminhão transitam com alimentos e riquezas por ali. São mais de 20 comunidades - aproximadamente duas mil famílias - que residem na região. Se cada deputado que levou votos aqui nos auxiliasse com recursos teríamos uma estrada de qualidade. Os vereadores têm cobrado e buscado junto com o Executivo a criação de um projeto, não sabemos quanto irá custar, mas um engenheiro pode nos orientar para que possamos colocar esse projeto em baixo do braço e buscar com nossos representantes recursos para pavimentar este tão sonhado trecho”, afirmou. Sobre a indústria sem chaminé, o turismo, Helio disse que é preciso oferecer condições de acesso para que as pessoas que visitam o nosso interior queiram voltar. O Presidente também falou sobre a sua participação na Audiência Pública que tratou do pedágio.  “A convite dos organizadores – Frente Parlamentar da ALEP, junto com a Aciai e o prefeito Jorge participamos de uma audiência sobre o pedágio. O evento contou com a participação de 21 deputados estaduais, do Senador Flávio Arns e diversas representações de todos os setores. Irati levou a seguinte proposta: que haja a duplicação da estrada desde Guarapuava até o Posto Sprea com melhorias nos trevos secundários de Irati e Prudentópolis e que a taxa do pedágio seja cobrada de forma justa. A empresa vencedora da licitação, só deverá cobrar mais, após executar as obras, pois tem empresa que ganha a licitação, não faz os investimos, e não é punida”, lamentou. Em um aparte, o vereador José Ronaldo Ferreira disse: “sobre a pavimentação do nosso interior é vergonhoso como Irati recebe migalhas dos deputados estaduais e federais. Sobre os pedágios, o nosso é uma vergonha, quando foi instituído prometeram até 2009 a duplicação do trecho de Foz de Iguaçu a Curitiba. E onde está a duplicação? Em Santa Catarina, o preço é justo com rodovias duplicadas de ótima qualidade. O que acontece no nosso Estado, porque os 54 deputados não tomam uma atitude? O povo precisa de respostas em relação a este pedágio ladrão que temos”, questionou. Para concluir, Helio citou ainda que um caminhão que sai de Guarapuava com destino a Paranaguá, gasta em média R$ 376,00. Para concluir, o Presidente elogiou a nova Faculdade Campo Real, que trará mais oportunidades para os nossos jovens.

Outras

  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner
  • Mega Irati - Banner