Prisões auxiliadas por câmeras dobram no Paraná

Prisões auxiliadas por câmeras dobram no Paraná

prisoes auxiliadas por cameras

As prisões feitas em todo Paraná com o auxílio do trabalho do Centro Integrado de Comando e Controle (CICCR) foi duas vezes maior em 2017 em comparação com o ano anterior. De acordo com dados da Secretaria da Segurança e da Administração Penitenciária do Estado, em 2017 foram feitas 681 prisões com apoio do CICCR, contra 321 no ano anterior.

Criado em 2014, o Centro funciona em Curitiba e é utilizado como ferramenta policial 24 horas por dia. Cerca de duas mil câmeras públicas espalhadas pelo Estado e interligadas ao Centro permitem que equipes de inteligência façam o videomonitoramento de diferentes áreas.

Do total de prisões feitas em 2017, 399 resultaram de cumprimentos de mandados, enquanto 282 foram prisões em flagrante. Entre as prisões em flagrante, o crime mais comum foi o roubo, responsável por 97 das prisões. O tráfico de drogas resultou em 18 prisões em flagrante, enquanto 13 prisões foram realizadas por furtos.

“O Centro Integrado de Comando e Controle tem o papel de ser os olhos da segurança pública. Este relatório reforça a importância do Centro, que além de fazer o videomonitoramento, é responsável por monitorar os indivíduos que usam tornozeleira eletrônica em todo o Estado”, afirma o tenente-coronel Adilson Luiz Correa, coordenador do CICCR. “Estamos ampliando a quantidade de câmeras, trabalhando em um aplicativo para uso policial e em projetos de biometria que vão aumentar a utilização dos recursos do Centro”, disse o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária Wagner Mesquita.

CENTRO - Inicialmente, o Centro Integrado de Comando e Controle foi usado como estrutura responsável por todas as decisões operacionais durante a Copa do Mundo 2014 e permanece no Paraná como um dos legados do evento mundial. Além de inibir ações delituosas e de auxiliar na apuração de crimes e infrações, as câmeras direcionadas para o Centro Integrado acompanham o desenrolar de eventos com grandes aglomerações de pessoas, como jogos esportivos e manifestações populares. As câmeras possuem também sistema de leitura de placas de veículos.

O CICCR prestou suporte para diversas instituições ao longo de 2017. A Polícia Militar efetuou 426 do total de prisões registradas. A Polícia Civil foi responsável por 71 prisões. A Polícia Federal e a Guarda Municipal de Curitiba também estão entre as instituições que receberam suporte do Centro.

 

 

Agência de Notícias do Paraná

About Author

Entre para postar comentários

VEÍCULOS

EMPREGOS

DIVERSOS

IMÓVEIS

News Letter

Subscribe our Email News Letter to get Instant Update at anytime